7 maneiras simples e práticas para amaciar sapatos apertados

Diga adeus ao sofrimento dos seus pés! Conheça agora 7 dicas simples e práticas que vão te ajudar a amaciar seus sapatos apertados.

Só nós mulheres sabemos como é essa paixão que há entre nós e um belo par de sapatos, né? rs E pela mesma razão, também sabemos o drama que é quando bate aquele amor a primeira vista com o sapato e ainda que ele seja um pouco apertado e, muito provavelmente te mate de dor nos pés durante vários dias, é possível que você compre o par sem dar muita importância as consequências depois.

Mas calma! Se ainda assim você escolheu comprar, não é necessário sofrer. Algumas coisas podem ser feitas para que o par dos seus sonhos não te machuque tanto.

1. Tente amaciá-los antes de sair com eles

Procure fazer alguns testes antes de ir a qualquer lugar usando o par. Use em casa mesmo, durante algumas horas por dia. Isso vai moldando o calçado ao formato dos seus pés e permite que eles não te machuquem tão cruelmente quando você decidir usá-los para valer.

2. Use hidratante nos pés e nos sapatos

Caso tenha dificuldade para calçar os sapatos, tente passar um pouco de creme hidratante nos pés. Mas se não for o suficiente para resolver, experimente colocar também por dentro do sapato, principalmente nas áreas que mais incomodam. Isso vai fazer com que ajude a ‘esticar’ um pouco o calçado e escorregar com mais facilidade os seus pés pra dentro dele. Essa dica costuma funcionar perfeitamente em sapatos de couro.

3. Use sacos com água

Pegue um plástico com água e amarre bem, de um jeito que a água não vaze. Logo depois, coloque esse saquinho com água dentro do sapato. Para evitar que saiam de posição, fixe-os com fita adesiva ou elástica, mas de modo que fique principalmente sobre as áreas mais incômodas do sapato. Feito isso, é só colocar o sapato no congelador de um dia para o outro. Essa dica faz com que os saquinhos com água vire gelo e nessa expansão, expende o sapato junto.

4. Experimente esquentá-los com um secador de cabelos

Calce uma meia bem grossa e faça com que mesmo com a meia, seus pés entre no calçado em questão. Feito isso, pegue um secador de cabelos com uma distância segura, para evitar que estrague o calçado, comece a esquentá-lo. Ao mesmo tempo, o máximo que puder, vá mexendo os pés dentro do sapato. Isso faz com que o calçado vá cedendo aos poucos.

5. Apele para o uso inusitado de batatas

Sim, batatas comuns, as mesmas que você usa para fazer batatas fritas ou purê de batatas. A única exigência é que elas sejam grandes o suficiente para preencher todo o calçado. É uma técnica estranha, mas na maioria dos casos funciona! É só encaixar a batata dentro do sapato e ali, deixe por algum tempo – uma noite ou duas, vai depender muito da gravidade da situação. A batata simulará o seu pé e manterá o calçado esticado de modo que ele venha a ceder, depois de algum tempo usando essa técnica. Se o problema é na área dos dedos, por exemplo, você pode usar batatas menores, prendendo-as apenas naquela região.

6. Coloque talco

Sim! Talco de bebê. Isso porque reduz bastante o atrito da pele com o calçado. A técnica é bem simples, basta polvilhar um pouco dentro do sapato e prontinho. Não se esqueça de secar bem tanto os seus pés quanto os sapatos, para evitar formar uma pasta com o produto.

7. Use palmilhas confortáveis

Às vezes, o sapato até cabe sem apertar, mas a sola é dura e desconfortável. A solução para isso é usar palmilhas. Existem diversas opções em silicone, couro e gel. Além disso, elas podem ser inteiras, cobrindo toda a área da sola, ou apenas uma parte, para o calcanhar ou para os dedos.

Para escolher as palmilhas, analise as zonas do sapato que causam mais desconforto e, pronto, problema resolvido!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *