Vista cansada: o que pode ser?

Você já sentiu seus olhos ardendo, coçando e lacrimejando, como se estivessem sempre cansados? Se a resposta for positiva, vale a pena ficar atento. Podem ser sintomas de “astenopia digital”, também conhecido como “tensão nos olhos”.

A astenopia é um dos tipos de cansaço visual e compreende um conjunto de sintomas oculares causados pelo esforço exagerado. Principalmente se costuma passar muitas horas olhando para alguma tela sem intervalos. Os principais sintomas são: dores oculares, dor de cabeça, lacrimejamento, ardência e coceira. A falta de óculos, para quem tem miopia, hipermetropia ou astigmatismo, também podem contribuir para o surgimento do problema.

Isso ocorre porque, quando os olhos focam por tempo prolongado na luz das telas faz com que as pessoas se esqueçam de piscar e lubrificar os olhos. E isso gera ressecamento ocular, outro causador do sintoma de cansaço visual.

Se a causa for o uso excessivo dos dispositivos digitais, especialistas recomendam moderação. Entretanto, na maioria dos casos reduzir a frequência do uso é uma tarefa praticamente impossível. Afinal, muitos dependem desses dispositivos para trabalhos, estudos e, às vezes, não tem como se desligarem do mundo digital.

Felizmente, através da mudança de pequenos hábitos, algumas medidas podem ser tomada para evitar a fadiga ocular.

  • Utilizar colírios lubrificantes – conhecidos como lágrimas artificiais (consultar sempre a orientação de um médico);
  • Sabemos que muitos trabalham com monitores e celulares constantemente mas procure a cada hora tirar alguns minutos sem olhar diretamente para essas telas. De 5 a 10 minutos pelo menos.
  • Evite ficar exposto diretamente a ventiladores ou condicionadores de ar.
  • Tudo muda com a força do hábito. Procure se lembrar que esta passando por longas horas na frente de um monitor. Dessa maneira procure se policiar em piscar mais vezes para assim lubrificar melhor os seus olhos.
  • Fique atendo aos sinais de fadiga ocular. Eles podem facilmente serem confundidos com alguma dificuldade visual. Ao menor sinal, procure o médico oftalmologista para que ele possa lhe ajudar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *